Blog

Por serem bonitos e práticos, os mini-cactos são muito utilizados em casas, lojas e empresas.Veja como cuidar corretamente dessa espécie.

Os mini-cactos são conhecidos por não precisarem de tanta água como outras plantas e, por isso, serem práticos, mas, ainda assim, precisam de cuidados específicos. Por terem se adaptados aos ambientes de secura extrema, essa planta consegue passar longos períodos sem receber água, mas, para manter seu cacto saudável, é recomendável regá-lo uma vez por semana, nos meses quentes, e uma vez por mês nos meses mais frios e úmidos.

Tamanho é documento!

1

É simples. Se o vaso em que o seu cacto estiver plantado for pequeno, a planta vai crescer só até onde o vaso permitir. Se for um vaso grande, maior a planta vai ser.

Dicas:

Não balance seu cacto. Pode não parecer, mas essa é uma planta sensível e o movimento pode afetar o desenvolvimento da raíz.

Vasos de cerâmica são ótimos para essas plantas, pois impedem que a umidade do lado de fora invada a terra e sobrecarregue a raíz. Colocar pedrinhas dentro do jarro também ajuda a conter a umidade fora.

A quantidade de água, em média, certa para os mini-cactos é uma colher de sopa cheia.

Como adubar?

3

Essencial para o desenvolvimento correto das plantas, o adubo dá as vitaminas e minerais que nem sempre estão presentes na terra e fazem a planta crescer mais forte. Você pode comprar o composto já pronto em casas de jardinagem, mas uma dica é picar cascas de frutas, como maçã e banana, e utilizá-las como adubo.

Muitas pessoas utilizam um produto chamado NPK (nitrogênio, fósforo e potássio), conhecido por “embelezar” as plantas e fazê-las crescerem mais rápido. No entanto, esse composto apenas faz bem pelo lado de fora da planta. Os benefícios são vistos apenas no crescimento acelerado e no surgimento de flores, por exemplo, mas, se utilizado em plantas fracas, elas irão apenas crescer, continuando fracas por dentro.